Original.png

Trás-os-Montes 

Sub-Região Valpaços

Valpaços é a sub-região de Trás-os-Monte que maior numero de produtores engarrafadores detém e tem tido um aumento  significativo nos últimos anos devido a vários factores uma das quais, ser uma região com um legado enorme deixado há séculos pelo romanos ou mesmo antes destes com o maior numero de lagares rupestres da Península Ibéria , lagares escavados na rocha ou fraga como aqui são conhecidas a grandes pedras graníticas, recentemente foi criada a Associação Portuguesa de Lagares Rupestres que tem como objectivo estudar esse legado e recriar toda a rede de lagares romanos que tinha como objectivo abastecer para a grande capital e todo império romano .

 Valpaços possui  variados micro-climas específicos e únicos que embora partilhem características tem outros factores que influenciam o perfil do vinho, como por exemplo: cursos de água; diferentes altitudes; diferentes exposições solares; ecossistema próprio;  variações térmicas; tipologia do solo;  níveis de pluviosidade diferentes entre outros.

Amplitudes térmicas enormes, altitude e maturações lentas são características que se podem encontrar por todo o concelho e normalmente a região de Trás-os-Montes é uma das ultimas regiões a vindimar. O que traduz uvas com grande concentração que fazem do vinho transmontano um perfil robusto e gastronómico.

A gastronomia típica assim como vários produtos de qualidade  no sector primário como o Azeite/Azeitona, Mel, Castanha, Fruta e derivados, Frutos Secos, Enchidos, o tradicional Folar de Valpaços e claro também o Vinho faz com que o Terroir da região seja formidável e o sonho de qualquer viticultor.

  

Miguel Viana Vinhos

Valpaços 

Miguel Viana Vinhos
Miguel Viana vinhos
iguaria-feijoada-a-transmontana.jpg